domingo, 5 de fevereiro de 2012

Gentileza gera gentileza

Outro dia no ônibus uma moça ao meu lado levantou-se para ceder lugar a uma senhora. Não estávamos em banco reservado a estes passageiros. Eu fiquei mal por não ter percebido a entrada da senhora antes dela. Ela comentou que quem estava sentado no banco reservado não havia se levantado “Se não fazem os outros faço eu”. De repente, um outro menino, que também estava em banco comum, cedeu o lugar a um senhor. Foi efeito dominó. 

 

Daqui a pouco o ônibus todo estava distribuído de maneira igualitária, idosos, gestantes, pessoas com sacolas enormes sentadas e os mais jovens em pé. Todos se ajudando e conversando. O ônibus encheu-se de conversas informais entre estranhos. Está certo que no Rio é fácil bater papo, mas desta vez foi diferente. Senti uma empolgação de “eu estou fazendo a coisa certa” no ar. Foi bonito.

2 comentários:

  1. Isso vc vai levar c/ vc p/ vida toda. Inesquecível né?

    ResponderExcluir
  2. É verdade, hoje mesmo aconteceu uma coisa parecida, eu estava sentada esperando o ônibus e percebi que uma senhora estava em pé. Ofereci meu lugar a ela e ela ficou surpresa: "Não, não precisa não, querida". Me chamou de querida!
    Quantas pessoas mais queridas poderiam existir se houvesse mais gentileza.

    ResponderExcluir

Escreva sua pérola