quarta-feira, 21 de março de 2012

Um segundo

A minha cachorrinha de estimação hoje correu atrás de um pombo. Ele correu para a rua e puft! Um carro passou e o atropelou. Morreu na hora. Eu fiquei surpresa e um pouco chocada.
Um dia a morte pode chegar assim, puft, acabou.



A vida é frágil para todos.




2 comentários:

  1. Caríssima,
    A vida é tão frágil, e como é que conseguimos "entretecê-la" com linhas microscópicas feitas de problemas subjetivos e insignificantes?
    Essa insustentável leveza...é o que matará a todos um dia. Senão pela sua própria fragilidade...nos matará pelo peso dos problemas que ela não pode suportar.
    Bj bj - seu blog é tão...instigante!

    ResponderExcluir
  2. A brevidade da vida torna os problemas necessários para esquecê-la. Acho que é isso.
    Obrigada por ler o blog e obrigada pelo instigante! Rs...bjs

    ResponderExcluir

Escreva sua pérola